Quinta-feira, 17 de Abril de 2008

RESÍDUOS DE EQUIPAMENTOS ELÉCTRICOS E ELECTRÓNICOS! E AGORA?



O que fazer ao velho computador ou frigorifico quando já não funcionam? O Centro de Ciência viva tem, durante este mês, uma nova exposição que demonstra as diversas fases de reciclagem dos “monstros” lá de casa.

A ideia é dizer e demonstrar às pessoas que existe um caminho para os monstros de casa que não o lixo ou a beira de uma estrada ou pinhal.

Assim, em conjunto com a ERP Portugal (Associação Gestora de Resíduos de Equipamentos Eléctricos e Electrónicos), o Ciência Viva de Sintra apresenta aos visitantes diversos exemplos de Resíduos de Equipamentos Eléctricos e Electrónicos já preparados para serem desmontados e separados de forma a permitir a todos conhecer os componentes de cada um, tendo em conta a natureza dos materiais em questão.

Na exposição, serão distribuídos flyers aos visitantes e a cada professor/educador/auxiliar educativo será distribuído um Kit “Planeta Fluxo”.

Os REEE contêm uma ampla gama de poluentes pois incluem um grande número de metais pesados, tais como chumbo, cádmio (p.ex nos plásticos estabilizados por metais pesados) ou dispositivos contendo PCB’s usados como retardadores de chama em revestimentos e placas de circuito. No entanto os constituintes existentes em maior quantidade são os plásticos (vários tipos), metais (alumínio, cobre, metais preciosos, etc.), vidro e borrachas.

Saliente-se que a produção de equipamento eléctrico e electrónico é um dos domínios da indústria transformadora com crescimento mais rápido. Neste momento são raros os sectores da vida em que tais equipamentos não são utilizados. Esta evolução leva a um importante aumento dos resíduos.  

Assim, a produção de REEE tem as mais variadas origens, tais como os electrodomésticos, lâmpadas, cabos de isolamento, televisores, computadores, impressoras, faxes e fotocopiadoras, aparelhos de comunicação, entre outros que surgem nos resíduos urbanos, industriais e mesmo hospitalares.

Mediante pedido dos visitantes/escolas, temos uma actividade laboratorial para produção e identificação de plásticos.

sinto-me: Carpe Diem
publicado por mileumpecados às 12:19
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De Pedro Rodrigues a 17 de Abril de 2008 às 18:17
Temos de começar a cuidar o nosso ambiente...

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Fevereiro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28

.posts recentes

. St. Valentine's... O AMOR...

. A "INÚTIL" (PROFESSORA) e...

. Memórias ...

. Bolo 3D "Faísca MCQUEEN"....

. Violeta e o seu ursinho d...

. "I'm free and wild"...mot...

. Presentes bem docinhos......

. OVELHA CHONÉ ...bolo 3D

. ARROZ DOCE, eterna tradiç...

. O COMANDO É MEU...bolo 3D

.arquivos

. Fevereiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Outubro 2008

. Agosto 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

.tags

. todas as tags

.links

.Google Analytics

.Clicky

Clicky Web Analytics

.Chicklet Chooser

Add to Google Reader or Homepage

.woopra

blogs SAPO

.subscrever feeds